lost (mais um pouquinho)

Pitacos…

Não, não fiquei com pena de Charlie na câmara da estação submersa.

Foi bonito. Mas não tive pena.

Fiquei com raiva do dentista que deu com a língua nos dentes. Tudo bem que ele disse a Rose que não era o Rambo. Mas daí a dar todo o serviço aos outros…

Sun continua ma-ra-vi-lho-sa.

Ben sangrando pelo nariz é tão bom quanto aberto numa mesa de cirurgia…

Anúncios

lost chega ao fim

Lost chega ao fim da terceira temporada. Foi na quarta passada, anteontem.

Se você não assistiu ao final, NÃO LEIA ESTE POST.

Se você é como minha mulher e detesta a série, NÃO LEIA ESTE POST.

Se você nem sabe o que estou dizendo, o que está fazendo aqui? Você é insistente, hein?!!

***

A série chega ao final da terceira temporada ainda reservando uma série de segredos e mistérios. E arrisco: com fôlego. Os produtores prometem episódios até 2010, o que significa mais duas ou três temporadas. Como a terceira terminou nos Estados Unidos esta semana e a próxima só chega às telinhas em fevereiro de 2008, há tempo para muita discussão e muita quebração de cabeças por parte de fãs e assemelhados.

Os dois episódios finais – que na verdade, são um só – fecham algumas questões: Charlie morre (finalmente!), a pára-quedista também (afinal, ela caiu na trama de pára-quedas), a produção dá uma boa limpada nos Outros, matando mais alguns; Rousseau se reencontra com sua filha; Bakunin morre (finalmente); a professia de Desmond se realiza; Jack dá um cacete bem dado em Ben; Jack diz I Love You a Kate;  temos acessos a dois flash-forward (o contrário de flashback!!); finalmente, interrompem a emissão do may-day de Rousseau no ar há 16 anos; Charlie faz contato com Penélope; Jack faz contato com o exterior da Ilha…

Mas não há apenas respostas. Novas perguntas são lançadas: no futuro, de quem é aquele funeral a qu ninguém foi? Apenas Jack e Kate deixaram a Ilha? Quem são os caras para quem Naomi trabalhava? Como Walt aparece crescidinho ali? Como Lock se cura de um tiro no abdôme?

Pra ser muito sincero, não gostei tanto desses dois capítulos finais. Os flashes do futuro me desfocaram um pouco, porque eu queria saber mais do que podemos chamar de presente na ilha. Acertei quase todas as mortes que havia chutado em meu blog anterior (confira aqui). Mas não fiquei muito empolgado com esse final de trama. Me parece que na segunda temporada fiquei mais elétrico…

Entretanto, já considero que esta terceira temporada é tão boa quanto a primeira. Eu até gostaria de dizer que esta terceira é a melhor de todas, mas seria um desatino. Sem a primeira, ela não faria o menor sentido.

Resumo da ópera: Gostei do final, mas não achei empolgante. Tem mistérios por aí. Mnhas teorias sobre Lost estão mantidas. Vou me congelar até fevereiro de 2008 para administrar minha ansiedade.

PS – Kadw comenta o final também.

financiamento de pesquisa

É oficial: o UOL Bolsa Pesquisa, programa de financiamento de pesquisa científica do maior portal, só deve lançar novo edital no segundo semestre de 2007. A informação está no site da iniciativa.

Não é porque fui agraciado com uma dessas bolsas no ano passado não, mas vou dizer: o projeto é muito legal, muito bem organizado, muito profissional. No Brasil, temos poucas oportunidades de ver a iniciativa privada investindo em pesquisa científica e esta é uma rara ocasião para quem atua em comunicação, jornalismo e tecnologias.

A minha pesquisa? Na verdade, oriento um projeto de iniciação científica que tem como título “Elementos para a credibilidade de blogs no jornalismo online”. Tamos nos finalmentes, e em julho, apresentaremos relatório final.

conferência blogueira para professores

 k12.gif

O blog The Fishbowl lembra que vai até o dia 18 de junho o prazo para submissão de trabalhos para a segunda edição da K12 Online, a conferência voltada para professores que se interessem pelo uso das ferramentas da web 2.0 em seus ambientes formativos.

O evento acontece em duas semanas: de 15 a 19 e de 22 a 26 de outubro.

Na primeira, os eixos de trabalho são: Sala de Aula 2.0 e Novas Ferramentas. Na segunda semana, são: Redes de Aprendizagem Profissional e Obstáculos para Oportunidades.

Aqui vai o site do evento.

fabricando o consenso

No Media Channel, Danny Schechter escreve sobre vinte anos do Manufacturing Consent, de Herman e Chomsky. Ele diz:

“Rather than offer a case study of coverage of one issue, or an analysis of this or that flaw or media “mistakes,” they set out to try to make sense of the way the media functions as a “system.” What rules govern the behavior of media institutions in reporting on crisis abroad? They didn’t call it a theory because they believed they were not being speculative but factual. They came up with what they called a “model,” not of journalism, but of propaganda”.

O texto de Schechter.

 

O texto de Herman e Chomsky.

muita marola

Erin Telling, do Bivings Group, escreveu hoje o que muita gente já imaginava: tem muita marola nos mares da blogosfera. Ainda mais nos blogs jornalísticos. Segundo pesquisa rápida que fez nos sites do Washington Post e do USA Today, existe muitos blogs pendurados nas páginas eletrônicas, mas nem todos são alimentados com freqüência e muitos outros são simplesmente esquecidos.

Resultado: muita quantidade e pouca qualidade.

Para ler na íntegra, clique aqui.

tv na web

 uau.gif

Sim, você já ouviu falar de Naked News, o telejornal apresentado por moças que vão se despindo. A idéia é simples: fisgar o público masculino que – claro – se distrai com a paisagem das apresentadoras. O programa existe há uns cinco ou seis anos na web e pode ser acessado aqui.

Mas ao contrário do que anunciam – the program with nothing to hide -, elas não mostram tudo.