Bio

FullSizeRenderSou professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Brasil.

Estudo ética jornalística, privacidade, crítica de mídia, crise no jornalismo e tecnologias.

Como jornalista, atuei em jornais e revistas de São Paulo, Paraná e Santa Catarina nas editorias de Política, Economia, Polícia, Cultura, Geral, Transportes, Infraestrutura e Logística. Trabalhei ainda como assessor de imprensa.

De 2002 a 2005, fui vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC).

De 2005 a 2009, coordenei a Rede Nacional de Observatórios de Imprensa (Renoi).

De 2009 a 2015, editei a revista Estudos em Jornalismo e Mídia.

De 2012 a 2014, fui coordenador do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo.

Em 2009, junto com Francisco José Castilhos Karam, criei o Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), meu local de pesquisa e extensão junto a uma incrível equipe.

Sou pesquisador de produtividade do CNPq  e consultor-parecerista do CNPq, Capes e Fapesc. Atualmente, pesquiso como o tema da privacidade vem mudando no jornalismo.

Em 2010, recebi da Intercom o Prêmio Luiz Beltrão – Liderança Emergente.

Já escrevi e organizei onze livros, publiquei mais de 60 artigos científicos e orientei as pesquisas de algumas dezenas de graduandos e pós-graduandos.

Você pode saber mais sobre mim na Plataforma Lattes, na Academia.edu, no SKOOB e no Medium.

10687074_809697539082601_8309464264861088602_nTambém me aventuro no teatro e escrevi oito peças, das quais cinco foram aos palcos. Me interesso por literatura policial e, junto com Ana Paula Laux e sob o pseudônimo Chris Lauxx, escrevi Os Maiores Detetives do Mundo, um guia sobre os mais interessantes solucionadores de mistério da literatura, TV, cinema, quadrinhos e games…

Tenho um romance policial inédito e preparo um segundo livro de ficção.

Sou ainda colunista do literaturapolicial.com

***

ibsnEste site nasceu no UOL em 20 de maio de 2005 na forma do blog Monitorando. Dois anos depois, migramos para o WordPress. Ao longo do tempo, sofreu reformas cosméticas, mas o conteúdo permaneceu variado: jornalismo, mídia, novas tecnologias, jazz, cinema, quadrinhos, teatro, música, literatura policial…

O site resiste a crises financeiras, abalos sísmicos, transtornos de identidade e surtos de procrastinação.

Contatos: rogerio.christofoletti@uol.com.br