Teatro e Ficção

Escrevi oito peças para teatro, das quais cinco já foram encenadas.

TODA VONTADE MORA NUM ÚTERO
(março de 2001)

Iranii e Martaa estão confinadas num misterioso espaço e se desdobram para não enlouquecer. Se corpos encarceram desejos, o que acontece com os desejos quando esses corpos estão aprisionados?

Direção: Maria Paula Carvalho Bonilha
Elenco: Anamaria Vincenzi e Maria da Graça Albino

Texto resultante da pesquisa “Ação dramática: a busca do ator”, elaborado para as disciplinas de Interpretação e Encenação do curso de Artes Cênicas da Udesc. Apresentações no Ceart e no SESC-Florianópolis, em agosto e setembro de 2001.

 

F.
(julho de 2001)

Praga, 1923. Um homem com pavor da vida e suas irmãs siamesas com medo da morte. Só existe uma frágil esperança para seres tão atormentados e ela está no universo do fantástico. Claramente inspirado na obra de Franz Kafka, “F.” é fruto de uma pesquisa estética sobre o Expressionismo, e uma investigação sobre as fragilidades humanas.

Direção: Jefferson Bittencourt
Elenco: Higor Lima, Glaucia Grígolo, Melissa Prietto e Malcom Bauer
Produção: Persona Cia de Teatro

“F.” teve apresentações em diversas cidades e estados brasileiros. A montagem recebeu cinco prêmios (incluindo melhor ator e espetáculo) no Festival Isnard Azevedo de Florianópolis (2002), ganhou prêmios especiais de direção e trilha sonora no Festival Universitário de Teatro de Blumenau (2002) e o de melhor direção no Festival de Teatro de Pindamonhangaba (2003).

CHATA, FRIA E SEM RECHEIO
(2002)

Anselmo e Mila estão casados há sete anos e a vida parece não ter o mesmo sabor. Ele desconfia da lealdade da esposa, e ela, de seu verdadeiro interesse. A vida anda tão sem graça que decidir sobre qual pizza pedir pode levar a desdobramentos inesperados.
Direção: Pépe Sedrez
Elenco: James Beck e Gika Voigt

Texto produzido para o Projeto Dramaturgia, do Festival Universitário de Teatro de Blumenau em 2002. Supervisão Artística de Alfredo Megna. Proposta para uma cena de 10 minutos. Apresentado uma única vez.

 

CASTELO DE CARTAS
(setembro de 2002/março de 2003)

Desde que um acidente deixou o senhor Lombroso paralítico, ele e sua mulher trancaram-se em casa. A mulher também ficou diferente e perdeu a voz. Preocupado, o doutor Frederico envia a enfermeira Alice para descobrir o que anda acontecendo entre quatro paredes.

Direção: Jefferson Bittencourt
Elenco: Malcom Bauer, Higor Lima e Gláucia Grígolo
Produção: Persona Cia de Teatro

Apresentações em diversas cidades e estados brasileiros. O espetáculo foi o representante brasileiro no 25º Festival Internacional de Teatro Del Caribe (Festicaribe, ITI/UNESCO), em Santa Marta, Colômbia (2004).

 

URANO QUER MUDAR
(2002/2013/2015)

Um coveiro que faz versos e uma faxineira que canta. Um amor improvável que é revivido por um casal maduro que está prestes a mudar de endereço. Destino e livre-arbítrio, desapego e memória são as chaves para se tomar decisões nessa jornada.

Direção: Brígida de Miranda
Elenco: José Ronaldo Faleiro e Margarida Baird
Produção: Círculo Artístico Teodora

Escrito em 2002 e encenado uma única vez em Blumenau por Fabio Hostert e Paula Braun, com direção de Pépe Sedrez, o texto foi reformulado em 2013, ganhando novas camadas narrativas.

O ESCULTOR
(agosto de 2003/janeiro de 2004)

Antes de tomar medidas drásticas, Kazuo Watanabe decide revelar seus segredos diante de uma câmera de vídeo.
Monólogo escrito para o ator Higor Lima, inspirado em Mishima. Inédito.

 

40 ANOS ESTA NOITE
(novembro de 2003/julho de 2005)

A diva Magui Margot terá uma noite de homenagens. Enquanto se prepara, remexe as memórias com o fiel camareiro José e um violonista cego.

Texto escrito para a atriz Margarida Baird por conta de seus 40 anos de carreira. Inédito.

 


shakespeareSHAKESPIRADAS

(janeiro de 2014)

A mulher mais poderosa do mundo está morta, e outras três rainhas decidem salvar o mundo. Gertrude – a mãe de Hamlet – , Tamora – a senhora dos godos – e Titânia – a soberana das fadas – se juntam à instável Ofélia para enfrentar esta crise. Até onde essas mulheres de Shakespeare podem ir? O teatro pode salvar a política?


LITERATURA POLICIAL

Com Ana Paula Laux e sob o pseudônimo Chris Lauxx, lançamos em 2014 Os Maiores Detetives do Mundo (Amazon), uma enciclopédia pop com os principais investigadores da literatura, cinema, TV, quadrinhos e games. De Sherlock Holmes a Lisbeth Salander, passando por Batman, Poirot e James Bond,  este guia apresenta perfis, curiosidades e informações para fãs e curiosos.

Para comprar, clique aqui.

Para saber mais, vá por aqui.

Em 2016, concluí os manuscritos de um primeiro romance policial.
Espero dar notícias em breve.

Anúncios