As capas dos jornais neste 7 de setembro

Alguns dos diários brasileiros farejaram hoje os odores golpistas em suas primeiras páginas. Vale analisar, guardar e acompanhar. Nesta manhã do dia da independência, ainda é cedo para dizer o que pode acontecer, se algo mais grave e violento ou apenas cenas patéticas, alucinadas e reveladoras do charco em que o país mergulhou com aquele homem terrível.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maradona nas capas dos jornais

O gênio da bola se despediu ontem, aos 60 anos, depois de uma parada cardiorrespiratória. Hoje, os principais jornais da América do Sul homenagearam o craque em suas primeiras páginas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Manifestações pela educação nas capas dos jornais

Ontem, 13, aconteceram protestos em todo o país contra os cortes na educação e contra a reforma da previdência. É a terceira vez que isso acontece no governo Bolsonaro.

Em 15 de maio, 225 cidades tiveram protestos nas ruas. Em 30 de maio, foram 136. Ontem, 85 cidades. Os números sinalizam para um arrefecimento do movimento, seja por cansaço, fragmentação ou outras razões. As primeiras páginas dos jornais mostram isso também. Basta comparar com o levantamento que fiz nos primeiros protestos.

Teve jornalão que não deu uma linha sequer na capa, como é o caso de O Estado de S.Paulo…

A ver como a coisa anda…

Este slideshow necessita de JavaScript.