liberdade de imprensa: afinal, quem está certo?

Há coisa de um mês, grandes veículos de comunicação brasileiros chiaram, causando histeria sobre uma suposta avalancha de ações para cercear a liberdade de imprensa no país. Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e Veja fervilharam em torno disso.

Acaba de sair a classificação mundial dos países em termos de liberdade de imprensa, feita pela ONG Repórteres Sem Fronteiras. O Brasil foi um dos destaques no continente. Está na 58ª posição entre 178 nações, e subiu 13 andares do ano passado pra cá.

A las progresiones ya observadas en el Cono Sur (Argentina, Chile, Paraguay y Uruguay) se suma esta vez la de Brasil. El gigante de América Latina debe su mejor posición a una disminución de los hechos violentos graves que minaban hasta entonces ciertas regiones y a las pruebas de lucha contra la impunidad en ciertos casos. También se la debe a las evoluciones legislativas favorables en materia de acceso a la información y de libertad editorial, como la reafirmación del derecho a la caricatura en periodo electoral. Finalmente, Brasil cuenta con una de las comunidades de internautas más activas del mundo. La situación sería aún mejor si las medidas de censura preventiva no golpearan a ciertos medios de comunicación.

Afinal, quem está certo: a mídia apavorante ou a ONG que observa o assunto há anos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s