os nerds também amam

Amam, e se reproduzem!

Nas esquinas da Rede, acabei topando com um novo blog do Marcelo Träsel, voltado especificamente a sua nova condição: a de futuro pai. Fiquei feliz, pois é acima de tudo uma glória estar neste lugar. Fiquei feliz também pelo Träsel, que é um cara doce-raivoso, agridoce, destemperado… bem temperado!

Mas o título do blog dele – O pai nerd – me fez juntar as pecinhas que haviam caído no chão: os nerds estão se multiplicando. Träsel não é o único cara num “estado interessante”. Alex Primo está na fila e deve receber seu rebento no meio do ano… Em fevereiro, foi a vez de Raquel Recuero, e no ano passado (ou em 2008?) foi o André Lemos.

Tudo bem que ainda falta uma galera (adriamaral, gabizago, mcaquino, sandramontardo), mas um passarinho azul me contou que eles estão treinando…

O maior barato é imaginar que, daqui a uns 10 aninhos, esses filhotes estarão jogando spacegame, produzindo conteúdo colaborativamente, compartilhando experiências e olhando para a Rede de hoje como quem se detém diante de um jornal velho e amarelado…

Anúncios

  1. Suzana Gutierrez

    🙂

    Os velhos nerds já são avós 🙂 Eu estou aqui na torcida para que um dos meus jovens não-nerds resolva me presentear com um nerdizinho para eu deseducar 🙂
    Mas ficam só no treino 🙂

    bjss

  2. rogério christofoletti

    Verdade, Su! Tem nerd com software muito mais avançado e já está em vias de ter neto nerd!!!

    Adri, venha para o lado negro da força!!!

    • rogério christofoletti

      Você que pensa! Se tem uma época em que essas coisas acontecem são durante os doutorados e mestrados da vida… as pessoas não se contentam em parir teses e artigos… a academia dá fertilidade…

  3. mcaquino

    mas de onde saiu isso, gente? ahahahahahahahaha como diz a adri, ainda tenho muita festa pela frente! não me botem filho no colo agora, pelamor! 😛

    • rogério christofoletti

      Ok, MC! Mas quem eu vi pajeando a pequena Emília lá no Intercom Sul??? E pelo jeito, tinha muito jeito com a coisa…

  4. Alex Primo

    Christofoletti, obrigado pelo post! Não podes imaginar o quanto eu estou feliz! Nossa filha nasce em agosto. Não vejo a hora de testemunhar esse evento analógico, nada “transumano” e totalmente biológico!

    • rogério christofoletti

      Imagino a sua felicidade. Apenas imagino, pois ela é sempre diferente, a cada pai, a cada filho. Tenho um de seis anos, que é um presente dos deuses. O preenchimento completo da palavras felicidade. Aliás, felicidades aí!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s