ainda perdido em lost

Se você ainda não viu o último episódio de Lost, aquele que encerra as seis temporadas, aconselho a não ir adiante na leitura aqui. Se já assistiu, siga. Se não é fã de Lost, não tem problema, talvez interesse assim mesmo…

Tenho impressões muito pessoais sobre o episódio final de encerramento da série. Foi um longo capítulo com o seguinte dilema: dar desfecho à trama ou responder aos muitos mistérios que ela suscitou? Os produtores preferiram a primeira opção. Por isso, quem esperava ter todas as respostas pode ter ficado frustrado. Não foi o meu caso. Gostei bastante do que vi. Não totalmente, mas já esperava que qualquer desfecho poderia levar à decepção.

Penso que foi um final voltado para os verdadeiros fãs da série, aqueles que acompanharam os Losties durante os últimos seis anos. Daí ser um episódio concentrado no encontro, no reencontro. O desfecho das tramas paralelas, o realinhamento dos casais, o perdão e alguma redenção. Os miniclipes que recuperam as trajetórias dos personagens trazem uma carga extra de emoção. Lost acabou se revelando uma série muito mais sobre relacionamentos do que sobre mistérios. A Ilha se coloca como uma arena onde os atritos, as aproximações, a colisão de interesses, tudo isso e mais fermentam as ações humanas. Com isso, a Ilha se consolida como a metáfora transcendental da vida. Os mistérios funcionam com as pistas falsas que encontramos durante a trajetória.

A imperfeição dos personagens, seus sentimentos contraditórios, as escolhas pragmáticas, a moral conveniente, tudo isso tempera a série, dando a ela contornos mais difusos e camadas de profundidade diversas. E sejamos francos, não estávamos acostumados a ver isso numa série de TV.

Foi muito bom acompanhar tudo isso. Espero a próxima jornada…

Anúncios

  1. mcaquino

    aaaah, eu não gostei 😦 até concordo contigo nessa coisa de reencontro e redenção, mas poxa… os fãs criaram tantas teorias legais em torno da série e aí no final tudo termina desse jeito absurdamente fraco?! Eu não esperava um final apoteótico ou absolutamente complexo, nem que todos os mistérios fossem resolvidos, mas achei simples e pobre esse final que nos apresentaram…. mas, fazer o que, neh? pelo menos hoje temos a rede, pipocando de finais alternativos hehehe

  2. Dandara Flores

    Mas é por isso que Lost é o que é. Se não fossem os mistérios não esclarecidos e a narrativa totalmente desregulada da série, que nos deixa realmente perdidos, LOST não teria tanta graça. Não sei se o que entendi (ou se entendi mesmo) tem nexo, mas o mais gostoso é dormir e perder o sono pensando nas diversas possibilidades e desfeixos que se deram depois do avião decolar, depois que o Jack fecha os olhos… é isso que maravilhoso! Não vai ser um ou dois episódios que fará da série uma decepção, mas sim os 6 anos de ansiedade na espera do download terminar para poder acompanhar a vida de cada um dos personagens. Confesso nunca ter gostado dos enlatados ameriacanos, mas igual a este, e corro o risco de estar errada, nuncá existirá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s