contemporânea, a revista, em 2011

O conectado e inquieto André Lemos manda avisar que

a revista Contemporanea acolhe artigos, resenhas e entrevistas, que podem ser enviados em conformidade com o calendário anual. No caso de edições com dossiês temáticos, também poderão ser publicados artigos na seção “Temas livres”, além de resenhas e entrevistas. Serão priorizadas contribuições de doutores e doutorandos.

Segue o call for papers para as edições de Abril, Agosto e Dezembro de 2011

Contribuições devem ser enviadas ao site:
www.contemporanea.poscom.ufba.br

Edição – Abril 2011
“A COMUNICAÇÃO NA PASSAGEM DOS SÉCULOS”
O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas comemora vinte anos de sua implantação. Para marcar tal período, a revista Contemporanea propõe um dossiê para o próximo número com o tema: “A Comunicação na passagem dos séculos”. O objetivo é promover uma reflexão sobre as duas décadas em questão, a última do século XX e a primeira do XXI, época de um acelerado processo de inovações sociais, culturais e tecnológicas: queda do muro de Berlim, expansão da Internet, aceleração da convergência midiática, surgimento de tecnologias digitais móveis (celulares, smartphones, tablets, e-readers), o 11 de setembro e o surgimento da era da vigilância e terrorismo globais, a democratização da TV digital, os BRICS e a
globalização, a explosão das identidades, os novos formatos artísticos, as mudanças climáticas etc. O objetivo é repensar, a
partir das diversas abordagens teórico-metodológicas, o campo da comunicação nesse período.

Calendário:
Recebimento de artigos: até 15 de março
Resultado da seleção: 30 de março
Trabalho de revisão: 01 a 15 de abril
Publicação da Revista: 20 de abril

Edição – Agosto 2011
“WIKILEAKS – CIBERCULTURA E POLÍTICA”
EDITOR RESPONSÁVEL – ANDRÉ LEMOS
A Revista Contemporanea lança um call for papers sobre o tema “Cibercultura e Política”, tendo como ênfase principal a discussão
sobre o fenômeno “Wikileaks”. No final de 2010, o “Wikileaks” difundiu importantes e constrangedores documentos secretos que incomodaram as principais potências mundiais (EUA, China, França, GB) e alguns países emergentes, entre eles o Brasil. O papel das tecnologias de comunicação e informação (TICS) na reconfiguração do jogo político não é um fato novo, desde as ações ativistas e micropolíticas, até o uso por candidatos, políticos eleitos, partidos políticos, bem como governos e instituições públicas. O caso “Wikileaks” (“Wiki”, plataforma colaborativa online e “Leak”, vazamento, circulação de informação) é a mais nova faceta do ciberativismo global e coloca em discussão o papel do jornalismo, da diplomacia mundial e dos novos meios de comunicação. Segundo Manuel Castels, uma nova etapa da comunicação política foi inaugurada. A revista Contemporanea quer investigar essas questões.

Calendário:
Recebimento de artigos: até 01 de maio
Resultado da seleção: 30 de maio
Trabalho de revisão: 01 a 30 de junho
Publicação da Revista: 15 de agosto

Edição – Dezembro 2011
“COMUNICAÇÃO E POLÍTICA”
EDITOR RESPONSÁVEL – WILSON GOMES
As últimas duas décadas evidenciaram elementos importantes que hoje marcam, de modo substantivo, a relação entre a comunicação social e o campo político.  O uso de novas tecnologias como a Internet em campanhas eleitorais e para a participação civil; a apropriação de mídias sociais para mobilização e engajamento cívico; o ativismo global em rede; o debate sobre políticas públicas de comunicação com a iminência de novos modelos regulatórios para o setor no Brasil e em outros países; as tensões entre a cobertura midiática e os diversos atores políticos são algumas das questões que emergem neste cenário. Com base em tal realidade, a Contemporanea abre chamada para um número especial que irá tratar justamente desse conjunto de elementos vinculadas à linha de pesquisa em Comunicação e Política. O objetivo é propiciar uma visão avançada e atual sobre as mutações e novos elementos que se inserem neste contexto, trazendo discussões de ponta que nos possibilitem compreender as dinâmicas, as tendências e os horizontes que se configuram neste campo de estudos. Para tanto, esta edição especial será guiada por cinco eixos temáticos, a saber: (1) mídias e eleições, (2) internet e política, (3) jornalismo e democracia, (4) comunicação e sociedade civil, (5) políticas públicas de comunicação.

Calendário:
Recebimento de artigos: até 01 de setembro
Resultado da seleção: 20 de outubro
Trabalho de revisão: 01 a 30 de novembro
Publicação da Revista: 15 de dezembro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s