para americanos, blogueiro = jornalista

Um estudo recentíssimo mostra que 52% dos blogueiros norte-americanos se consideram jornalistas. O levantamento é da PR Week e da PR Newswire. Essa sensação de equivalência era menor no ano passado: um em cada três blogueiros se achavam jornalistas.

Claro que cada caso é um caso, e que a pesquisa é concentrada no complexo ambiente dos Estados Unidos. De qualquer forma, os indicativos nos permitam pensar e discutir em torno das aproximações cada vez mais inevitáveis entre jornalistas e blogueiros. O combustível para essa atração e confusão de papéis atende pelo nome de Redes Sociais. Elas têm chacoalhado as relações profissionais não apenas na Comunicação, mas também na Educação.

Nas páginas finais de meu “Ética no Jornalismo”, eu projetava movimentos convergentes de uma ética jornalística tradicional e de uma ética hacker, cada vez mais influente. Está em curso. Aperte os cintos porque não é apenas a paisagem da janela que está mudando; nosso ônibus já não é mais o mesmo…

Anúncios

  1. Eliana Frantz

    Concordo com você, pois a partir da criação do Twitter e da imensa proliferação das redes sociais, há uma confusão gritante entre o que é certo ou errado: principalmente, no mundo jornalístico.
    E Ética em Jornalismo, você entende.
    Estamos com problemas a vista….

  2. Welton Trindade

    Bom, para mim, pode se considerar jornalista apenas aqueles que lidam com o trato da notícia, de fatos e não de dar opiniões e fazer análises. Isso é um opinador. Não vamos nos enganar: quem produz notícia ainda são os tradicionais meios de comunicação! Vamos devagar aí com esse andor digital pq ele é de nuvem. E nuvem pode ter forma de várias coisas, sem sê-las.

  3. rsantosp

    Isso me remete aquela disputa que está em curso e mais acirrada desde que o STF deicidiu que não era preciso diploma para o exercício da profissão de jornalista. Penso que toda profissão intelectal tem suas dificuldades de autoafirmação. Sou professor formado em Pedagogia e a identidade do pedagogo e do professor é muito debatida. Minha tendência é pensar como o Welton, o objeto do trabalho jornalístico é a notícia, apuração de fatos. Existe ai uma técnica, ferramentas de trabalho específicas…Sou Blogueiro, não me considero jornalista!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s